segunda-feira, 4 março, 2024
HomePolitica NacionalSenado analisa intervenção federal no DF, reunião de Lula e governadores e...

Senado analisa intervenção federal no DF, reunião de Lula e governadores e mais de 10 de janeiro

-

A análise pelo plenário Senado do decreto de intervenção federal no Distrito Federal (DF) e a reunião do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com governadores estão entre os destaques desta terça-feira (10).

Leia mais:

Príncipe Harry lança livro de memórias nesta terça (10); veja as principais revelações

As consequências políticas dos atos criminosos

Globo de Ouro 2023 será entregue nesta terça; “Wandinha”, “Avatar” e mais concorrem ao prêmio

Senado analisa nesta terça decreto de intervenção federal no DF após atos criminosos

O plenário do Senado se prepara para analisar, a partir das 11h desta terça-feira (10), o decreto do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), de intervenção federal na segurança pública do Distrito Federal até 31 de janeiro deste ano.

O texto foi aprovado na segunda (9), sem alterações, pelo plenário da Câmara dos Deputados em sessão extraordinária convocada às pressas após a publicação do decreto em decorrência dos atos criminosos ocorridos neste domingo (8) contra os Três Poderes, em Brasília.

A tendência é que a aprovação ocorra sem dificuldades no plenário do Senado, assim como aconteceu na Câmara, embora as deputadas Bia Kicis (PL-DF) e Carla Zambelli (SP-DF) tenham apresentado requerimentos que poderiam ter atrasado a votação pelos colegas.

Após reunião, Lula e governadores vão a pé ao STF; “vamos investigar e chegar a quem financiou protestos”, diz presidente

Após reunião realizada no início da noite desta segunda-feira (9) no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e os governadores dos estados brasileiros foram a pé à sede do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

Ao fim da reunião com os representantes dos estados, Lula fez um convite para que todos fossem ao Judiciário.

Durante reunião, o presidente condenou os ataques que aconteceram na sede dos Três Poderes em Brasília, e disse que terá foco em encontrar quem financiou os protestos em frente aos quartéis.

“Nós queremos saber quem financiou, quem custeou, quem pagou para as pessoas passarem tanto tempo. Não é possível um movimento durar o tempo que eles duraram nas portas dos quartéis sem financiamento.”

“Em nome de defender a Democracia, nós vamos investigar e chegar a quem financiou, e nós vamos descobrir. O que eles querem é golpe, e golpe não vai ter”, completou.

À CNN, Bolsonaro lamenta atos em Brasília e diz que pretende antecipar volta ao Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou à CNN nesta segunda-feira (9) que está internado em um hospital em Orlando, nos Estados Unidos. Ele também afirmou que “está bem” e que deve ter alta nos próximos dias.

“Essa já é a minha terceira internação por obstrução intestinal grave. Vim passar um tempo fora com a família. Mas não tive dias calmos. Primeiro, houve esse lamentável episódio ontem [domingo] no Brasil e depois essa minha internação no hospital”.

Bolsonaro também afirmou que pretende antecipar o retorno ao Brasil. “Eu vim [aos Estados Unidos] para ficar até o final do mês [janeiro], mas pretendo antecipar minha volta. Porque, no Brasil, os médicos já sabem do meu problema de obstrução intestinal por causa da facada. Aqui, os médicos não me acompanharam”.

Criminosos antidemocráticos serão conduzidos para presídios

Os criminosos detidos pela Polícia Federal suspeitos de participarem da invasão a sede dos Três Poderes, que ocorreu no último domingo (8), serão conduzidos para presídios nesta terça-feira (10).

Exército, em conjunto com Polícia Militar do DF, realizou uma ação de desmonte dos acampamentos em Brasília, onde conduziram parte dos criminosos para a academia da PF.

CNN apurou que esses criminosos deverão deixar a Academia da Polícia Federal a partir das 9 horas, onde ficarão sobre custodia em presídios de Brasília.

Os homens devem ser encaminhados para o Complexo Penitenciário da Papuda, as mulheres para Penitenciária Feminina do Distrito Federal, e as crianças para abrigos.

Documentos confidenciais da época de Biden como vice-presidente são descobertos

Vários documentos confidenciais da época do presidente Joe Biden como vice-presidente foram descobertos em um escritório particular, reconheceram os advogados do democrata na segunda-feira (9).

O procurador-geral Merrick Garland pediu ao procurador-geral dos EUA em Chicago para investigar o assunto, disse uma fonte familiarizada com o assunto à CNN, e os republicanos do Congresso também estão tomando conhecimento.

Os advogados de Biden dizem que encontraram os materiais do governo em novembro enquanto fechavam um escritório com sede em Washington, DC, que Biden usou como parte de seu relacionamento com a Universidade da Pensilvânia, onde ele era um honorário professor de 2017 a 2019.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.

* Publicado por Léo Lopes

Este conteúdo foi originalmente publicado em Senado analisa intervenção federal no DF, reunião de Lula e governadores e mais de 10 de janeiro no site CNN Brasil.

spot_img

Related articles

Midias Sociais

0FansLike
0FollowersFollow
3,913FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe

Publicidade

spot_img

Publicidade

spot_img

Publicidade

spot_img

Publicidade

spot_img
Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.