quarta-feira, julho 06, 2022

Painel de led é invadido por hacker e ‘exibe’ vídeo pornográfico

Painel de LED

Um painel eletrônico de led, de propriedade de uma empresa de publicidade, foi invadido por hackers na noite de segunda-feira (30/5), em Montes Claros, no Norte de Minas. No lugar de propaganda comercial, a tela passou a exibir um vídeo pornográfico. O caso está sendo investigado pela polícia.

O painel hackeado foi instalado no estacionamento de um posto de gasolina, localizado em uma rotatória, em ponto movimentado, no trevo que dá acesso à rodoviária da cidade. O vídeo ficou no “no ar” por apenas alguns minutos.

Mesmo assim, um morador que passou pelo local registrou as imagens pornográficas no painel eletrônico em um vídeo, que “viralizou” nas redes sociais, sendo “divulgado” em grupos de Whatsapp.

O ataque ao painel eletrônico na cidade-polo do Norte de Minas aconteceu três dias depois que totens de mídia do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, foram hackeados. Na sexta-feira (27/06), após o ataque, as propagandas e informações sobre o terminal deram lugar a exibição de filmes com conteúdo sexual.

A proprietária da empresa de propaganda dona do painel hackeado, Graciele Noronha Brito, disse que, além de ter registrado boletim de ocorrência na Polícia Militar, acionou a Polícia Civil, que investiga o crime. O painel eletrônico invadido foi instalado há duas semanas.

“Como pode alguém fazer uma coisa dessas? É uma falta de respeito com as pessoas”, afirma a empresária, indignada. Ela acredita que o ataque ao token do aeroporto do Rio de Janeiro “pode te estimulado” alguém a fazer o mesmo em Montes Claros.

“Tudo está sendo investigado e a pessoa que cometeu esse crime será descoberta e, com certeza, não ficará impune”, diz Graciele Noronha. Ela lembra que sua empresa tem outros nove painéis eletrônicos led espalhados pelo município. “Estamos há 10 anos no mercado. É a primeira vez que acontece esse tipo de coisa”, relata.

Conforme a empresária, as imagens pornográficas começarem a ser “exibidas” no painel eletrônico de led entre 21h e 21h15. Ao perceberem as imagens indevidas, os frentistas do posto de combustíveis acionaram a empresa de propaganda, que, imediatamente, determinou que fosse desligado o padrão do fornecimento de energia para o painel. Desta forma, informa Graciele, o vídeo pornográfico “ficou no ar” por cerca de três minutos.

Graciele informou que a averiguação feita por sua empresa apontou que, para acessar o sistema do painel eletrônico de led, o hacker não usou somente a internet pelo meio remoto – o que foi verificado pela análise do IP (Internet Protocol) do computador, usado para a divulgação das propagandas no painel eletrônico. O IP é a identificação de cada equipamento conectado á rede mundial de computadores.

Desta forma, explica a empresária, a conclusão é que o hacker entrou no sistema eletrônico do painel por meio de um aplicativo. “Para tanto, ele teve que ir ao local, pois somente é possível entrar no sistema eletrônico do painel pela internet, com o uso de aplicativo, a uma distância (máxima) de um metro do painel”, descreve Graciele.

Ela informou que a policia vai solicitar as câmeras de vídeo dos sistema de segurança do posto de combustíveis, de uma agência bancária e de outros estabelecimentos próximos para identificar suspeitos e chegar ao autor do ataque.

Graciele Noronha afirmou que, por medida de segurança, para evitar nova ação do hacker, teve que providenciar a substituição de todos os equipamentos usados na transmissão de dados e na publicação de propagandas no painel eletrônico de led.

Com informações do Metrópoles

TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.