terça-feira, 27 fevereiro, 2024
HomePolitica NacionalLula leva Tebet, Alckmin e Janones ao debate da Globo; Bolsonaro, Moro

Lula leva Tebet, Alckmin e Janones ao debate da Globo; Bolsonaro, Moro

-

Tanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) quanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) devem levar aliados políticos de peso para acompanhá-los ao debate desta sexta-feira (28) da TV Globo, o último encontro entre os dois candidatos antes da eleição, no domingo (30).

Segundo informações da GloboNews, o atual mandatário deve ser acompanhado pelo ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira. Na quinta (27), em entrevista ao site Poder360, Nogueira havia criticado a reaproximação de Moro com Bolsonaro.

Do lado petista, estão programadas a ida do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB), vice na chapa de Lula, da senadora Simone Tebet (MDB), candidata derrotada nas eleições, da deputada federal eleita Marina Silva (Rede) e do deputado federal eleito André Janones (Avante).

Quem irá entrar no estúdio com o respectivo candidato ainda deve ser decidido pelas campanhas de cada um.

Lula e Bolsonaro, candidatos à Presidência da República, se enfrentarão frente a frente pela última vez nesta sexta-feira (28), a partir das 21h30.

O UOL irá acompanhar em vídeo no canal do YouTube em tempo real o debate a partir das 21h, com reações e análises dos comentaristas. Após o debate, também será feita a análise do desempenho dos dois candidatos e colunistas irão opinar sobre quem ganhou o último encontro antes da eleição.

COMO ASSISTIR AO DEBATE EM LULA E BOLSONARO?

O debate será mediado pelo jornalista William Bonner e poderá ser acompanhado ao vivo na TV Globo e GloboNews, além de plataformas digitais do grupo.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No primeiro turno das Eleições 2022, o petista saiu na frente, com mais de 57 milhões de votos (48,43%), contra mais de 51 milhões (43,20%) do candidato à reeleição.

REGRAS DO DEBATE GLOBO PARA PRESIDENTE

Nesse debate, cada candidato será responsável por controlar seu próprio tempo por bloco, sendo dividido entre perguntas, respostas, réplicas e tréplica. E esse tempo não poderá ser “levado”, caso não seja usado por inteiro, para o próximo bloco.

Durante todo o debate, os presidenciáveis terão direito de resposta caso sofram uma ofensa pessoal do adversário. Para solicitar, o candidato só precisa levantar a mão em silêncio.

O pedido será analisado pela produção e informado pelo mediador. Caso seja concedido, será liberado um minuto para o candidato se defender.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O debate será dividido em quatro blocos, sendo dois com temas livres e dois com temas determinados, além das considerações finais.

PRIMEIRO BLOCO

O debate começa com um confronto direto entre os presidenciáveis. Cada um terá 15 minutos que deverão ser administrados entre perguntas, respostas, réplicas e tréplicas. Bolsonaro será o primeiro a perguntar, como foi definido em sorteio.

SEGUNDO BLOCO

Com duas rodadas de 10 minutos, os candidatos terão o direito de escolher um tema já definido pelo Jornalismo da Globo. Cada presidenciável terá 5 minutos em cada uma das rodadas.

TERCEIRO BLOCO

Será a mesma dinâmica de confronto direto do primeiro bloco, sendo 15 minutos para perguntas, respostas, réplicas e tréplicas para cada candidato. Desta vez, Lula começa perguntando.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

QUARTO BLOCO

Seguindo o segundo bloco, serão duas rodadas de 10 minutos com temas já definidos, e escolhidos pelos presidenciáveis. Cada candidato terá 5 minutos em cada rodada.

Ao fim deste bloco, cada candidato terá direito a um minuto e 30 segundos para as considerações finais.

O QUE DIZEM AS PESQUISAS?

As primeiras pesquisas dos institutos especializados desta semana continuam apontando Lula (PT) na liderança. No levantamento do Ipec (ex-Ibope), o petista tem 54% das intenções de voto contra 46% do atual presidente.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nas pesquisa do Instituto Atlas e de Abrapel/Ipespe. Lula tem 53% dos votos válidos, enquanto Bolsonaro tem 47%.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O levantamento do instituto Paraná Pesquisas aponta Lula com 50,2% dos votos válidos e Bolsonaro com 49,8%

Fonte: Jornal de Brasília

Related articles

Midias Sociais

0FansLike
0FollowersFollow
3,913FollowersFollow
21,500SubscribersSubscribe

Latest posts