terça-feira, 27 fevereiro, 2024
HomePolitica NacionalGoverno Lula remove general do Exército do cargo de embaixador do Brasil...

Governo Lula remove general do Exército do cargo de embaixador do Brasil em Israel

-

O Itamaraty oficializou na edição de segunda-feira (9) do Diário Oficial da União (DOU) a remoção de Gerson Menandro Garcia de Freitas do cargo de embaixador do Brasil em Israel. General do Exército brasileiro, Gerson não é diplomata de carreira.

Ele havia sido indicado à posição em Tel Aviv pelo governo de Jair Bolsonaro (PL).

A portaria da remoção é assinada pelo atual ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira. O militar havia sido nomeado para o cargo em setembro de 2020, com indicação do então chanceler, Ernesto Araújo.

Graduado pela Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), o general era gerente de Relações Institucionais e Governamentais da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) antes de ser nomeado embaixador.

Leia mais

Retrato de Bolsonaro não é encontrado no Palácio do Planalto

Mais de 100 empresas são suspeitas de financiar atos criminosos em Brasília; AGU pedirá bloqueio de bens

Governo do Distrito Federal foi induzido ao erro, diz senador Marcos do Val

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) havia oficializado também na segunda-feira a remoção de Nestor Forster da Embaixada do Brasil em Washington.

A embaixada de Israel e as relações no Oriente Médio

Durante o mandato de Bolsonaro, o Executivo federal se deslocou da posição de equilíbrio que adotava sobre as relações entre Palestina e Israel. Mais próximo do governo israelense, o ex-presidente cogitou no início da gestão mover a embaixada brasileira, de Tel Aviv para Jerusalém — local sagrado tanto para judeus quanto para mulçumanos.

Contudo, nos primeiros dias de sua gestão, o governo Lula sinalizou o retorno à posição de neutralidade. O Itamaraty emitiu uma nota em que criticou a visita do ministro de Segurança Nacional de Israel, Itamar Ben-Gvir, à Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém.

A nota defendia acordos internacionais que tratam da administração dos lugares sagrados muçulmanos em Jerusalém e o status quo da localidade. A pasta comandada pelo ministro Mauro Vieira ainda reiterava a posição do Brasil em favor do equilíbrio nas relações entre os países.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Governo Lula remove general do Exército do cargo de embaixador do Brasil em Israel no site CNN Brasil.

Related articles

Midias Sociais

0FansLike
0FollowersFollow
3,913FollowersFollow
21,500SubscribersSubscribe

Latest posts