segunda-feira, 4 março, 2024
HomePolitica NacionalAutor de “Tá na hora do Jair já ir embora” prevê ‘morte’...

Autor de “Tá na hora do Jair já ir embora” prevê ‘morte’ da música após a posse

-

Uma em 400 tentativas. Foi assim que Júlio Hermínio Luz, mais conhecido como Juliano Maderada, compositor baiano, emplacou o hit da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 2022.

“Tá na hora do Jair já ir embora” bateu 5 milhões de reproduções no Spotify, mas, segundo o próprio autor, pode chegar ao seu fim depois do auge neste domingo (1º).

“Toda música tem uma vida útil. Toda música tem. Eu acho que depois da transição ela já vai”, opina o artista, à CNN.

Leia mais

Saiba como serão os shows da posse de Lula

Lula apaga vídeo com provocação a Bolsonaro

PT pede doações para pagar gastos com festa da posse de Lula em Brasília

No entanto, ele condiciona o fim do hit ao futuro do atual presidente: “Depende, se o [Jair] Bolsonaro implicar, e teimar, e for preso, o povo vai continuar ouvindo. Mas toda música tem sua vida útil.”

Foram 400 músicas feitas para a campanha de Lula. A lista de encomendas para o cantor e compositor tinha dez pedidos, como aquele jingle chiclete e também para fixar o número da campanha. Ele diz que a música virou o hit da campanha por ter a letra certa na hora certa e na pegada da lambada.

“Foi oportuno, era o momento de mandar o Jair embora e assim, todo mundo queria, era uma coisa que todo mundo queria. Então era uma linguagem dos 60 milhões de votos do Lula”, argumenta ele.

Pragmático, Maderada atendeu políticos de todos os espectros na campanha. Recebeu encomendas de todos os lados e atendeu cerca de 100 clientes. “Oito eram bolsonaristas”, calcula ele. O compositor frisa que, no entanto, se recusou a fazer três campanhas de pessoas que defendiam porte de armas.

“Quando [o candidato] era policial eles queriam fazer uma linha de terrorismo, uma linha de ameaça, uma linha de chegar chegando. Eles tinham essa ideia de que tinha que atirar, tinha que se defender, tinha que se armar. Daí essas propostas eu não defendia e também não gravava”, explica.

Tratado como celebridade, Maderada tem sido tietado por apoiadores de Lula pelas ruas de Brasília, por onde anda tira fotos e ouve pessoas entoando a música criada por ele.

O show dele está previsto para um horário chave do Festival do Futuro, que será realizado na Praça dos Três Poderes. Será 15h50, entre a parte do rito no Congresso e no Planalto.

“A gente tem uma confiança muito grande de saber que a gente tem uma música que vai fazer o povo balançar”, diz ele em referência ao hit que fez em parceria com Tiago Doidão.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Autor de “Tá na hora do Jair já ir embora” prevê ‘morte’ da música após a posse no site CNN Brasil.

spot_img

Related articles

Midias Sociais

0FansLike
0FollowersFollow
3,913FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe

Publicidade

spot_img

Publicidade

spot_img

Publicidade

spot_img

Publicidade

spot_img
Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.